quarta-feira, 5 de março de 2014

Jim Morrison


James "Jim" Douglas Morrison ( Flórida, 8 de dezembro de 1943 - Paris, 3 de julho de 1971).

                                          Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Jim Morrison
 

Morreu em 3 de Julho de 1971, na banheira, aos 27 anos de idade. Muitos fãs e biógrafos especularam sobre a causa da morte, se teria sido por overdose, pois embora Jim não fosse conhecido por consumir heroína, Pam fazia-o (morreu de overdose em 1973) e é sabido que nesse Verão correu Paris à procura de heroína de uma pureza invulgar. Outra hipótese seria um assassinato planejado pelas próprias autoridades do governo americano. Morrison foi referido como sendo o nº 4 a morrer misteriosamente, tendo sido os três primeiros Jimi Hendrix, Janis Joplin e Brian Jones (todos mortos com 27 anos). O relatório oficial diz que foi "ataque de coração" a causa da sua morte. Está sepultado no famoso cemitério do Père-Lachaise em Paris. Devido a atos de vandalismo de alguns fãs, por diversas vezes a associação de amigos do cemitério sugeriu que o corpo fosse transferido para outra necrópole.

Deixo vocês com minha musica favorita do Doors - People are Strange


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

I Wanna Rrrrock !


É ISSO AI PESSOAS...

A um tempo atras, a gente ligava o radio e tinha opção, quem é daqui de São Paulo e é mais velho se lembra dos bons tempos de 97FM, aquilo sim era radio Rock, depois teve o tempo da antiga 89FM que por um bom tempo foi uma puta radio, Brasil 2000 outra grande radio, e a KISS FM que hoje é a unica que matem vivo o verdadeiro Rock n Roll sem cair nessa de modinhas (espero que dure por muito tempo) e mais recentemente a volta do 89Fm como Radio Rock novamente.

Não estou aqui pra criticar essa moda de hoje, a mulecada ouve o que quiser, mas convenhamos, bandas como Restart, Cine, NX Zero, Fresno, Vanguard, e mais um monte de coisas por ai, levarem rotulo de grandes bandas de rock do Brasil é piada.... isso mostra o buraco em que chegamos... mas isso não é um privilégio do Brasil, esse mau esta assolando o mundo, eu não consigo me lembrar de uma grande banda que tenha surgido nos ultimos anos ( não estou falando em grande na mídia e sim algo realmente bom )... no Brasil talves o Raimundos tenha sido a ultima banda a surgir e realmente causar um impacto fazendo um som simples, direto e sem frescuras...

A salvação é que diferente do resto do mundo, nós ainda temos uma cena independente forte e com muita coisa boa, longe dos olhos da mídia. Essas bandas mantem vivo o verdadeiro espirito do Rock n Roll e fazem com que a gente olhe pra frente e veja que ainda temos salvação e que nossos filhos em um futuro próximo não andarão de roupas coloridas e nem fazendo coraçãozinho com a mão... nossos filhos saberão quem foi Ozzy, Ramones, Metallica, Iron Maiden, Motorhead, Ded Kennedys, Misfits, Judas Priest, Deep Purple, Elvis, Beatles, Stones.....................................................


É isso ai.... como ja dizia a musica ... " LONG LIVE ROCK N ROLL "

domingo, 16 de fevereiro de 2014

# 2 - Pantera


É isso ai meus amigos, no segundo capitulo do musicas de Macho vou falar de uma banda no minimo polemica... Pantera ! ...A polêmica em torno do Pantera é grande. É uma daquelas bandas “ame ou odeie”. Quem gosta, entende e digere o som, considera como algo que jamais será feito novamente. Quem não gosta, simplesmente acha que é uma bandinha de músicas repetitivas e sem nenhuma afinidade com gênero algum.

A maioria das polêmicas sobre a banda começa com seu muito mais polêmico front-man: Phil Anselmo. De língua afiada, gênio difícil de lidar e atitudes polêmicas (é o rei da overdose), Phil faz com que muitos odeiem a banda. Já foi até acusado de gay, por sua amizade de longa data com Sebastian Bach. ( Para mim, se esses dois caras são gays, algo está muito errado no mundo. Pela quantidade de mulheres que esses caras pegam, não os vejo fornicando um ao outro!

Blog de rrrrock :RRRROCK !!!!, Musicas de Macho - Capitulo 2 - Pantera
Por outro lado, a competência e carisma dos outros integrantes da banda (RexVinnieDime), faz com que muitos se tornem seguidores insanos de tudo que eles fazem. Os shows do Pantera foram, sem dúvida, memoráveis.  

A banda lançou seu primeiro álbum em 1983, dois anos após seu início. Se você conhece o som da banda, mas não é fã, ao ouvir um dos primeiros 3 álbuns vai se assustar. O estilo da banda nos anos 80 era um hard rock bem puxado para o glam rock. Algo muito parecido com o Poison, Mötlëy Crüe e outras tantas bandas dessa época. Bandas odiadas por quem curte o som do Pantera. Bandas consideradas “música para menininhas” pela maioria do headbangers1.

Nessa época, a banda era formada pelos irmãos Abbott (Vinnie Paul – bateria e Dimebag Darrel – guittarra), Rex Brown (baixo) eTerry Glaze (vocal). Depois da saída de Terry e a entrada de Phil Anselmo, tudo mudou. O som mudou, a atitude mudou. O Glam Rock morreu para a banda, que deu lugar a um som imundo, sem pai nem mãe. Um som cru, pesado e sem muito compromisso com nada além da agressividade. Apesar de o primeiro álbum de Phil com a banda ainda ter um pé no glam, tudo mudou no primeiro álbum dele de verdade: Cowboys from Hell, de 1990.

O nome do álbum dava bem a cara do que eles eram: Cowboys. Uma banda vinda do Texas, não pode ser muito diferente disso. Talvez, em seu princípio, com o glam rock tomando multidões, a banda tenha visto ai sua identidade. Mas, depois de cairem na real, perceberam que eram só mais uma banda de hard rock, resolveram partir pra agressividade e acertaram em cheio. Cowboys from hell é, para mim, o pé na porta dos anos 90. É o “cartão de hostilidade” do som dos anos 90. O rock ficou mais agressivo nos anos 90. O Pantera foi um dos responsáveis por isso. E deixaram isso bem claro, ao lançar em 1992 um álbum ainda mais pesado, imundo e violento: Vulgar Dispay of Power.

Daí pra frente, foi porrada atrás de porrada. Os outros três álbuns de estúdio que seguiram (Far Beyond Driven, The Great Southern Trendkill e Reinventing The Steel) foram ficando cada vez mais pesados. O som foi ficando cada vez mais sujo. Eles podiam tocar bossa-nova que seria agressivo.

Se você nunca ouviu nada de Pantera, recomendo que tente começar pelo Cowboys From Hell. Como disse, é o cartão de hostilidade da banda. Depois, se sentir que sua mãe vai deixar, você pode tentar ouvir o Vulgar Display of Power. Se ainda assim você não correr pro banheiro todo cagado ou colocar um disco do Fresno pra se tranquilizar, ai você pode ouvir o The Great Southern Trendkill, o mais pesado, violento.

Uma grande pena tudo ter acabado da forma como acabou: trágico. Em 2004, quando cogitava-se uma reunião da banda, um idiota, desgraçado, fanático, subiu ao palco e simplesmente matou o mestre Dimebag Darrel. Na frente de todos. No meio do show. Ele foi morto logo depois por um policial que arriscou a vida para salvar Dime. Pra mim, esse imbecil deveria ter ficado vivo, exposto em alguma praça no meio de Dallas, e fosse espancado todos os dias as 17h. Seria mantido vivo, para sofrer por toda a eternidade.

O Pantera nunca mais vai voltar. Não como foi um dia, mas você deveria dar uma chance e, se não gosta do som da banda, tentar entender. Se não conhece, deveria conhecer.
Discografia

Metal Magic - 1983

Projects In The Jungle - 1984

I Am The Night - 1985

Power Metal - 1988

Cowboys From Hell - 1991

Vulgar Display Of Power - 1992

Far Beyond Driven - 1994

The Great Southern Trendkill - 1996

Official Live - 101 Proof - 1997

Reinventing The Steel - 2000

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Guns n Roses


Formada em Los Angeles, Califórnia em 1985. A banda, liderada pelo vocalista e co-fundador Axl Rose, passou por várias mudanças de formação e controvérsias desde a sua criação. O Guns N' Roses lançou seis álbuns de estúdio, três EP, um álbum ao vivo e três DVDs  ao longo da sua carreira. O álbum mais recente da banda é Chinese Democracy, lançado em 2008 e o primeiro trabalho com novas faixas desde o The Spaghetti Incident?, de 1993.
Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses

                                         Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses

 Suas canções de maior sucesso são "Welcome to the Jungle", "Paradise City", "Don't Cry", "Sweet Child O' Mine", "Patience", "November Rain" que alcançaram o top 10 da Billboard. Na sua fase nova destacam-se as canções "Chinese Democracy"," Street Of Dreams ","This I Love" e "Better", singles do álbum Chinese Democracy, e "Shackler's Revenge", que saiu no jogo Rock Band 2.

 A banda já vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo, sendo cerca de 43 milhões somente nos Estados Unidos.

 O seu álbum de estréia em 1987, Appetite for Destruction vendeu cerca de 40 milhões de cópias no mundo todo, 23 milhões apenas nos Estados Unidos, sendo certificado 23 vezes platina pela RIAA (Associação da Indústria de Gravação da América).

Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses                                               Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses

 O estilo musical, a presença em palco e a imagem de bad boy da banda contribuíram para o sucesso do grupo durante uma nova era de dominação do hard rock no final dos anos 1980 e início dos anos 1990.

 Enquanto o glam metal liderava nas vendas de discos, tabelas de vídeos e rádio, os Guns N' Roses ofereciam um som mais tradicional do rock, e conquistaram muitos fãs, impressionados pela autenticidade entusiasmante.

 A banda teve grande sucesso mundial entre 1988 e 1993, mas devido a conflitos de personalidade entre os membros do grupo levou ao fim da formação original.

Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses                                 Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Guns n' Roses
 Atualmente, Axl Rose e Dizzy Reed são os únicos membros originais do Guns N' Roses, sendo o vocalista desde 1985 e tecladista desde 1990, respectivamente.

 Seu ultimo e mais recente trabalho, Chinese Democracy foi lançado no dia 23 Novembro (EUA) e 25 de novembro 2008 no Brasil 

 O Guns é o tipo da banda "Ame ou Odeie", mas independente se você ama ou odeia o som dos caras, é inegável a importância deles para o rock.

Todas as Formações

Guns N 'Roses 1985

Axl Rose - vocal
Izzy Stradlin - guitarra
Tracii Guns - guitarra
Ole Beich - Baixo
Rob Gardner - bateria

Guns N 'Roses 1985 - 1990

Axl Rose - vocal
Izzy Stradlin - guitarra
Duff McKagan - Baixo
Slash - guitarra
Steven Adler - bateria

Guns N 'Roses 1990 - 1991

Axl Rose - vocal
Izzy Stradlin - guitarra
Duff Mckagan - Baixo
Slash - guitarra
Matt Sorum - Bateria
Dizzy Reed - teclados

Guns N 'Roses 1991 - 1993

Axl Rose - vocal
Duff McKagan - Baixo
Slash - guitarra
Gilby Clarke - guitarra
Matt Sorum - Bateria
Dizzy Reed - teclados

Guns N 'Roses 2001

Axl Rose - vocal
Tommy Stinson - Baixo
Robin Finck - guitarra
Paul Tobias - guitarra
Buckethead - guitarra
Brian Mantia - Bateria
Dizzy Reed - teclados
Chris Pitman - teclados e Efeitos

Guns N 'Roses 2002
Axl Rose - vocal
Tommy Stinson - Baixo
Robin Finck - guitarra
Richard Fortus - guitarra
Buckethead - guitarra
Brian Mantia - Bateria
Dizzy Reed - teclados
Chris Pitman - teclados e Efeitos

Guns N 'Roses 2006 - 2007
Axl Rose - vocal
Tommy Stinson - Baixo
Robin Finck - guitarra
Richard Fortus - guitarra
Ron "Bumblefoot" Thal - guitarra
Brian Mantia - bateria
Frank Ferrer - bateria
Dizzy Reed - teclados
Chris Pitman - teclados e Efeitos

Guns N 'Roses Atual
Axl Rose - vocal
Tommy Stinson - Baixo
Dj Ashba - guitarra
Richard Fortus - guitarra
Ron "Bumblefoot" Thal - guitarra
Frank Ferrer - bateria
Dizzy Reed - teclados
Chris Pitman - teclados e Efeitos


Discografia

Appetite For Destruction (1987)

GN'R Lies (1988)

Use Your Illusion I (1991)

Use Your Illusion II (1991)

The Spaghetti Incident? (1993)

Use Your Illusion (1998)

Live Era '87-'93 (1999)

Greatest Hits (2004)

Chinese Democracy (2008)

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Fugindo um pouco do Rock....TUTORIAL PASSO A PASSO - DANÇA DA CHUVA !

Com essa onda de calor que anda fazendo em todo Brasil, seria legal todos aprenderem a fazer a famosa DANÇA DA CHUVA !... então Sras e Srs trago até vocês o TUTORIAL PASSO A PASSO DA DANÇA DA CHUVA ! esse é o legitimo, vindo lá das terras dos índios Cherokee e muito usado pelo lendário CHEF TORO SENTADO !






Vamos praticar, o país agradece ! 


1.Nunca fazer uma dança da chuva em uma colina.
2.Verifique se você tem bastante espaço para você não bater em nada. Um campo aberto.
3.Gire em círculos no sentido horário.
4.Faça o seu próprio canto chuva. Ele deve ser rítmico e fácil de dizer rapidamente.
5.Grite seu canto da chuva enquanto gira em círculos.
6.Caso vc. queira fazer parar de chover gire ao contrário e cante de trás para frente.



A Dança da Chuva não é uma brincadeira. Tem que haver uma comunhão com a natureza para que a energia mova os elementos que provocam a chuva. Se vc. não tem certeza do que está fazendo, não faça.

Como se vestir para a Dança da Chuva :


Tem que ser de elementos da natureza. Use a foto do índio como exemplo.

É importante que todo o corpo seja coberto. Em geral os índios usam fibras de plantas, palha, fibras de folha de bananeira, penas de pássaros e em alguns casos até pedras preciosas.

O canto da Dança da Chuva :

Imita o vento, trovões e tempestade e o barulho da chuva. Os índios usam chocalhos para fazer barulho e chamar os espíritos da chuva.

A dança da chuva pode ser realizada de varias maneiras dependendo do objetivo. Os índios Sioux giram quatro vezes em torno de um jarro de água. Se jogam no chão e depois bebem água do jarro.

Conheço quem já tenha feito mesmo sem ser índio e deu certo. Quem precisa de chuva pode tentar, mas se chover muito tem que fazer o ritual para parar de chover.
Depois tem fazer barulho. 

Use instrumentos que produzam ritmo. Não precisa ser os mesmos dos índios. Pode-se improvisar.



domingo, 9 de fevereiro de 2014

Joey Ramone

No próximo 15 de abril completam 14 anos da morte dessa lenda Joey Ramone !. O responsável por eu gostar de rock e sonhar em ter uma banda...

O lendário frontman do Ramones estava prestes a completar 50 anos, em 2001, quando deu um triste tchau definitivo aos fãs ao perder batalha contra o câncer. Apesar de já não estar mais aqui para contar história, sua história permanece registrada aos fãs detentores de bons ouvidos. “Se não fosse pelo Ramones, ou o Joey em especial, não haveria o Green Day, o Offspring, o Rancid e o Blink-182 – não existiria o punk, ponto”, disse Billie Joe Armstrong  ( Vocal do Green Day ) na época da morte do cantor. “Existem tantas bandas influenciadas pelo Ramones que nem conhecemos ainda.”
O Ramones teve sua formação clássica composta por Joey nos vocais, Johnny na guitarra, Dee Dee no baixo e Marky na bateria (Tommi - primeiro baterista ,Richie e CJ, também fizeram passagens marcantes) – com todos os integrantes assumindo o sobrenome Ramone. A trajetória da banda foi marcada não só pelo material produzido por eles (o grupo nunca teve sucesso comercial relevante nos Estados Unidos e Inglaterra, sendo que apenas o disco End of the Century, de 1978, produzido pelo veterano Phil Spector, foi o mais próximo de um sucesso que o quarteto teve, mas também, infelizmente, pelos intensos conflitos entre os integrantes. Em 1979 a banda participou do filme Rock ‘n’ Roll Highschool, hoje considerado um clássico cult, dirigido por Roger Corman.

No que se refere aos discos, Joey e seus companheiros estrearam no mundo da música com o álbum homônimo, em 1976, e encerraram a carreira com ¡Adios Amigos!, de 1995. O único trabalho solo de Joey Ramone, Don’t Worry About Me, saiu postumamente, em 2002. Entre os anos 80 e 90, o Ramones passou pela América do Sul algumas vezes, sempre causando uma histeria digna dos Beatles entre os fãs. Na Argentina, até tumultos violentos foram registrados quando houve problema na venda de entradas para um show.

Mesmo com o fim da banda na segunda metade dos anos 90, muito se especulou nos anos seguintes acerca de uma possível reunião. Porém, em 2001 o público fã do grupo punk viu suas esperanças irem por água abaixo. Joey foi internado em março daquele ano, para tratar de um linfoma (câncer nos gânglios linfáticos) e acabou morrendo pouco tempo depois. Os companheiros Dee Dee e Johnny morreram depois, em 2002 e 2004, respectivamente. Restaram aos órfãos, do 1-2-3-4 do jeans, camiseta, jaqueta de couro e all Star, curtir cada vez mais toda a obra deixada por Joey e pelo Ramones !

                                    HEY HO LETS GO !


         
DISCOGRAFIA
Ramones - Ramones [1976]
Ramones - Rocket to Russia [1977]

Ramones - Leave Home [1977]
Ramones - Road to Ruin [1978]

Ramones - It's Alive [1978]

Ramones - End Of The Century [1980]

Ramones - Pleasant Dreams [1981]

Ramones - Subterranean Jungle [1983]

Ramones - Too Tough To Die [1985]

Ramones - Animal Boy [1986]

Ramones - Halfway To Sanity [1987]
Ramones - Brain Drain [1989]

Ramones - Loco Live [1991]

Ramones - Mondo Bizarro [1992]

Ramones - Acid Eaters [1993]

Ramones - Adios Amigos [1995]

Ramones - Greatest Hits Live [1996]

Ramones - Greatest Hits [1996]

Ramones - We're Outta Here! [1997]

Ramones - You Don't Come Close [2001]

Joey Ramone - Don’t Worry About Me (2002)

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Judas Priest


 Bom pessoal, vamos deixar isso aqui um pouco mais pesado e falar sobre uma das bandas preculsoras do metal.... Judas Priest !!!

Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest A banda Judas Priest pode ser considerada uma das precursoras do heavy metal moderno. Tratou-se da primeira banda a unir o peso e temática violenta criados pelo Black Sabbath à velocidade dos grupo como o Led Zeppelin. Foram também responsáveis pela adoção das roupas de couro com adereços de metal cromados entre os apreciadores de rock. A banda foi formada em Birminghan, Inglaterra, em 1969, por Ken Downing (KK Downing, guitarrista), Ian Hill (baixista), Alan Atkins (vocalista) e John Ellis (baterista). O nome Judas Priest (baseado no nome de uma música de Bob Dylan, The Ballad Of Frankie Lee And Judas Priest) já havia sido usado por uma banda anterior de Atkins e Ellis, que logo sairiam da nova formação, dando lugar a Rob Halford (vocalista) e John Hinch (baterista) que haviam tocado na banda Hiroshima. Mais tarde se juntou à banda mais um guitarrista, Glenn Tipton (as guitarras dobradas seriam mais uma marca a ser imitada entre as bandas de heavy metal inglesas que se seguiram). Durante anos, lançando discos por selos locais, a banda não conseguiu sair do underground (a sonoridade era realmente nova à época) mas conseguiu juntar uma legião de seguidores e outras bandas que copiavam seu estilo.
Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest

 Após o primeiro álbum, Rocka Rolla, de 1974, o baterista John Hinch abandonou a banda e foi substituído por Alan Moore (que havia tocado algumas vezes com o Priest logo após a saída de Ellis). Em 1976 gravaram Sad Wings Of Destiny, cuja repercusão valeu à banda pela primeira vez um bom contrato com a gravadora CBS.

 Com o álbum Sin After Sin de 1977 a banda apareceu pela primeira vez nas paradas inglesas. Com Stained Class de 1978 já eram considerados uma banda bastante influente e com o álbum Killing Machine de 1978 (lançado na américa com o nome Hell Bent For Leather) se tornaram capitães da grande New Wave Of British Heavy Metal, movimento que revelou praticamente todas as grandes bandas de metal clássico da Inglaterra, como Iron Maiden, Saxon, Venom, etc.

 Dave Holland assumiu a bateria para o disco British Steel, que teve pela primeira vez grande repercussão mundial. O auge da carreira internacional da banda ocorreria com Screaming For Vengeance de 1982 e Defenders Of The Faith de 1984.

Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest

 Ocorreu então o fato que iria marcar a carreira da banda desde então. A imprensa noticiou fartamente o suicídio de dois garotos fãs da banda. O caso foi explorado ao máximo e a banda apontada na medida do possível como bode espiatório e responsável pela morte dos garotos. Após anos de julgamentos e apelações felizmente ficou provado que o suicídio dos garotos teria sido resultado de problemas e violência doméstica. O fato porém marcou a imagem da banda definitivamente.

  

 O álbum Turbo, lançado em 1986 tratou-se do mais polêmico da banda, que em busca de sonoridades mais atuais havia incorporado instrumentos eletrônicos. Apesar da imensa vendagem (movida pelos excelentes álbuns anteriores) o disco não foi bem aceito por crítica nem público. Turbo contava com composições que traziam bastante energia, melodias e refrões marcantes, bem como solos tecnicamente impecáveis e repletos de criatividade, além de conseguir incorporar avanços técnico-instrumentais oitentistas à sonoridade do Priest, mas soava prejudicado pela temática das letras e pela sonoridade muito comercial, incompatível com a história da banda.

 O álbum posterior, Ram It Down, é acusado por muitos de ser um ponto ainda mais baixo na carreira do Judas, aprofundando radicalmente todos os aspectos negativos de seu antecessor, sem contar, entretanto, com as virtudes deste. A produção desceu a tal ponto que, até hoje, apesar das veementes negativas da banda, cogita-se que parte das baterias usadas na mixagem final seja eletrônica. As roupas, o laquê, a postura poser e a produção de palco da turnê estavam ainda mais exageradas.


Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest A volta por cima seria dada em 1990 com o excepcional Painkiller, um disco moderno, rápido e violento, acima de tudo fiel ao estilo da banda. Com o novo baterista Scott Travis, a banda se apresentou no Brasil no Rock In Rio II.

 Em 1992 porém Rob Halford abandonou a banda para montar o Fight (que a princípio deveria ser apenas um projeto paralelo). Após um longo período de indecisão em 1996 o Judas Priest anunciou que iria voltar com um novo vocalista e para o lugar de Halford foi escolhido Ripper Owens que havia tocado durante anos em uma banda cover do Judas Priest.
  
 Desta tentaviva coberta de sucesso, sai Jugulator. Jugulator trazia uma banda totalmente diferente de tudo que já havia feito. Um álbum muito mais pesado mesclando heavy com thrash, mas sem descaracterizar o seu som. Diferente de Painkiller. Os solos não tão elaborados como seu antecessor, mas igualmente perfeitos para o que a banda se propôs a fazer. O vocal de Ripper Owens nas partes agudas pode ser facilmente comparado com Rob Halford. De uma capacidade incrível, o novo vocalista mostrava seu poderio vocal em faixas como Jugulator, Cathedrall Spires, Death Row e Burn in Hell. Vale destacar também o conteúdo mais forte das letras. Muitas críticas positivas e outras nem tanto. Alguns setores da imprensa acusaram a banda de ter "fugido completamente" de seu estilo clássico de fazer heavy metal, e outros consideravam-no um excelente disco.
Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest

 Em 1998 sai 98'Live Meltdown. Um cd duplo ao vivo com o melhor do Judas Priest. Aclamado por toda a imprensa, este live traz músicas antigas e sucessos recentes, mas o que chama a atenção, é a versatilidade e profissionalismo com que Ripper Owens interpreta sucessos antes cantados por Rob Halford, além de suas próprias músicas.

 Em 2001 sai Demolition. Seguindo as mudanças iniciadas em Jugulator, o Judas tende ao metal moderno (até por vezes alternative / new metal), sem olhar para trás. Demolition marca a consolidação de Ripper Owens como vocalista, e um estilo musical diferente. Novamente, gerou discórdias, com fãs radicais não o aprovando enquanto outros acreditam tratar-se de (mais um) excelente álbum.

Blog de rrrrock : RRRROCK !!!!, Judas Priest

 Em 2003 começam boatos sobre a saída de Ripper e a volta de Halford ao Judas Priest. A ótima recepção do último álbum da banda Halford, uma volta ao metal mais tradicional, apontava para uma reunião que realmente se concretizaria. Em 11 de julho a banda declara oficialmente em seu site a retorno de Rob Halford, anunciando que vários projetos lançados em função da reunião. Fora do Judas, Ripper assumiu o posto de vocalista na banda Iced Earth.

 Em 17 de novembro é lançado o DVD Electric Eye, que inclui diversos vídeo clipes, o show de 1986 em Dallas (o mesmo de Priest Live) e apresentações no BBC.

 Começa 2004, em 9 de maio sai o box Metalogy comemorando o 30º aniversário da banda, que inclui 4 cds com musicas de toda a carreira (1974-2002) mais b-sides e versões ao vivo, e um DVD com o show de 1983 em Memphis.


 Discografia
Álbuns de estúdio

[Ao vivo